Como montar uma loja de roupas

Como montar uma loja de roupas

Ter uma loja virtual é a saída de muitos empreendedores frente à crise. Além disso, pode ser a porta de entrada para um negócio próprio ou pode significar um complemento da renda significativo. E montar uma loja virtual pode ser bem fácil, mas exige comprometimento do seu dono. Veja algumas dicas e um passo a passo exclusivo de como montar uma loja de roupas.

Como montar uma loja de roupas virtual

Se o seu segmento é roupas, saiba que há pelo menos seis etapas importantes para colocá-la no ar: Planejamento do negócio, escolha da plataforma de e-commerce, determinação das formas de pagamento, escolha dos sistemas de segurança, marketing digital e logística. Não é um processo que possa ser feito em apenas uma hora.

Conheça o Curso Como Vender No Mercado Livre e Criar Uma Loja Virtual

Vejamos cada etapa especificamente:

Planejamento

Todo negócio requer planejamento. É preciso colocar no papel um esboço de como será o seu negócio e qual formato ele terá no mundo virtual. Sem planejamento, um projeto tende ao fracasso. É o planejamento que faz com que as coisas aconteçam e com que você invista o seu orçamento de forma adequada.

Primeiramente, defina o seu nicho do segmento de roupas – infantil, feminina, acessórios, masculina, etc. É preciso alinhar ainda quem será seu público-alvo, seus possíveis concorrentes, fornecedores, parceiros, qual o capital investido, qual a previsão de retorno, quais os recursos que precisará para colocar o negócio no ar, como funcionarão as formas de pagamento e as entregas, etc.

É importante ainda criar um cronograma realista para cumprir cada etapa. Crie ainda um conceito bonito para a sua marca e efetive a identidade visual, com cores interessantes, que sirvam também para o projeto gráfico do site.

Escolha da plataforma de e-commerce

Com o planejamento em mãos da loja de roupas, é hora de colocar o projeto em ação. O primeiro passo é a escolha da plataforma utilizada para a sua loja de roupas virtual. Há muitas opções, para todos os bolsos e tamanhos de projeto. É importante escolher uma plataforma considerando a sua expansão em longo prazo, para que mais tarde não precise mudar todo o e-commerce.

Há três tipos de plataformas de e-commerce:

  • Plataformas Open Source – Esta opção é desenvolvida por comunidades de programadores, em que o código é distribuído gratuitamente para download.
  • Plataformas SaaS – Neste caso, você pode usar a plataforma desenvolvida por uma empresa especializada pagando uma mensalidade ou qualquer outro tipo de taxa, e muitas vezes há como participação sobre as vendas. Estas são as famosas lojas virtuais alugadas.
  • Plataformas Exclusivas – São criadas especificamente para o seu caso. Sã bastante caras, demoradas e pouco populares. São mais usadas em grandes lojas de varejo virtuais.

Formas de pagamento e estoque para sua loja

Após ter definido em seu planejamento qual o segmento de roupas quer atual, deve pensar em como disponibilizará os seus produtos e fará estoque. Há muitas formas de fazer isso, e vai das oportunidades que o empresário possui. Poderá ter um estoque físico, trabalhar diretamente com o estoque de uma empresa, produzir seus próprios produtos ou usar o sistema dropshipping, onde o cliente compra em sua loja, mas quem se responsabiliza pela entrega do produto é o fornecedor (muitas vezes até de outro país, como China, Estados Unidos, etc.). Desta forma, você não precisa investir em estoque.

Cada produto deve ser bem posicionado do layout, com descrição completa de cada item, promoções, categorias, tags e todos os recursos que melhorem a acessibilidade do visitante. O site ainda precisa estar bem integrado com a plataforma e otimizado.

Outro ponto importante é a forma de pagamento. Você pode usar sistemas de pagamento próprios, usar sistemas integrados oferecidos pelos bancos e empresas de cartões de crédito ou intermediadores de pagamento, como PayPal, BCash e PagSeguro, por exemplo.

Sistemas de segurança para o e-commerce

É de responsabilidade da loja virtual manter seguros os dados pessoais e financeiros do cliente. A compra deve ser segura em todo o processo. Há selos, sistemas e garantias que estão vinculadas aos intermediadores e gateways de pagamento que você pode vincular à sua loja de roupas. Isso impacta diretamente na confiança e credibilidade do seu negócio.

O marketing para uma loja de roupas virtual

Uma vez instalada a sua loja de roupas virtual, é hora de divulgar o seu negócio. Há muitas formas de fazer isso: postagens constantes em um blog corporativo, uso de redes sociais, anúncios patrocinados, e-mail marketing, etc. Tudo vai depender da estratégia que usar, mas é indicado, para a expansão de sua presença virtual, usar vários meios integrados.

A logística no e-commerce

Como você irá entregar os produtos aos clientes? O preço dos serviços de entrega deve ser bem pensado e seguro, pois isso impacta no seu faturamento. O problema da logística é um dos mais comentados nos sites de reclamações. Você pode optar por uma transportadora ou até mesmo pelos Correios. Veja a melhor opção para a sua localização.

Artigo escrito pela equipe do Guia do Como e colaboradores de diversas áreas de atuação.